Arquivo mensais:maio 2012

CARTAZ JUNHO 2012 JPG baixa

Toda história de amor tem um final feliz?

Toda história de amor tem um final feliz? Nem sempre! Este é o tema das sessões do CineClube Florestano para o mês de junho/2012. Muitas animações, curtas-metragens e um documentário serão exibidos em três pontos de exibição da demanda sócio-educativa.

Na Escola Francisco Ferraz Novais, no bairro do DNER, será exibido o documentário Meninas (RJ, 2006), da Sandra Werneck, que apresenta a história de meninas que engravidaram na adolescência. Um relato para ver, ouvir e refletir.

No Projovem Adolescente – vizinho ao Ponto de Cultura – serão exibidas cinco animações que tratam do tema amor, através de diversos ângulos. O destaque fica para O Céu no Andar de Baixo (MG, 2010), do diretor Leonardo Cata Preta, filme vencedor da 2ª Mostra Nacional Curta Sertão, em 2011.

Fechando a semana, a programação para a Escola Major João Novaes traz cinco curtas-metragens que tratam de relações amorosas. Destaque para a animação Castelos de Vento (MG, 1998), de Tania Anaya; Interlúdio (RS, 1983), de Carlos Gerbase e Giba Assis Brasil e Amor! (SP, 1994), de José Roberto Torero.

Boas sessões!

Arte do cartaz: Camila Cahú. Ilustrações do filme O Céu no Andar de Baixo.

CineClube Florestano maio-12 200

Maio: mês do bom humor!

Pautadas pela diversão e alegria, as sessões de maio aconteceram de forma tranquila. Alô, Alô Terezinha emocionou a plateia do IF Sertão. Como a maior parte do público que compareceu é jovem, muitos não conheciam o Velho Guerreiro e suas estripulias televisivas, sem falar do charme e elegância das chacretes do Chacrinha. Público de 32 pessoas.

As sessões diurnas no Projovem também fizeram muito sucesso entre a moçada que compareceu nos períodos da manhã e tarde, totalizando 62 pessoas. Os curtas exibidos arrancaram muitas gargalhadas dos presentes, sendo Sweet Karolynne o preferido de todos.

O Homem do Sputnik acabou sendo exibido em duas escolas. Na Francisco Ferraz Novais – para onde estava programado – e na Major João Novaes, pois, a mídia na qual o filme O Homem Nu estava gravado não rodou no aparelho de DVD do CineClube Florestano. O curioso é que o curta foi adquirido junto à Programadora Brasil e, mesmo assim, é um DVD-R, quando deveria ser um produto industrializado… Nas duas escolas, compareceram 91 pessoas.

Fechando a semana, Wood & Stock, Sexo, Orégano e Rock’n’roll, no Bar dos Amigos. Por conta de um evento esportivo (um ringue de boxe armado no meio da rua que faz parte de uma campanha contra as drogas do Governo do Estado) tivemos um público pequeno: 20 pessoas. Nem a rapaziada do rock compareceu… Soubemos que estavam todos vendo a luta…

Concorrente de peso! Literalmente… Rsrsrs. Mês que vem tem mais!

Fotografia: Pedro Rampazzo/Sambada – Público do Projovem Adolescente, assistindo ao filme O Plantador de Quiabos.