Arquivo mensais:novembro 2010

003

Dois prêmios para o documentário Tebei

O documentário Tebei ganhou dois prêmios no 5º Festival Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões, em Floriano/PI: Melhor Montagem e Merlhor Curta na Categoria Ponto de Cultura. Mais uma conquista para a divulgação das manifestações populares do Sertão de Itaparica.

Festival Nacional de Cinema dos Sertões

DSC_1747

Interação música x cinema, uma primeira experiência

As últimas sessões da demanda sócio educativa do CineClube Florestano do ano de 2010 foram sobre temática negra. Foram realizadas em quatro escolas, além de uma sessão em frente ao Bar dos Amigos. Esta última, foi a primeira experiência realizada pelo CineClube com interação entre linguagens artisticas distintas, neste caso, cinema e música.

O filme exibido foi Noel, Poeta da Vila (RJ, 2006), de Ricardo van Steen, uma obra que conta a vida de um dos maiores compositores da música popular brasileira, Noel Rosa. Após a exibição, o grupo Quarteto de Choro (que não é um quarteto) mostrou que Floresta possui bons músicos deste ritmo, entre eles, o grande violonista Zezinho Cahú, que estava completando idade nova neste dia, foi uma festa só.

Nas quatro escolas, foram exibidos curtas e longas nacionais. O filme Cafundó bateu o recorde de público de Baile Perfumado (exibido em julho/10). A sessão, realizada na Escola Afonso Ferraz, teve 182 presentes. O filme escolhido pela coordenação do CineClube Florestano para a sessão da Escola Capitão Nestor Valgueiro de Carvalho foi Madame Satã (RJ, 2002), de Karim Ainouz. Um excelente filme sobre a história de um personagem negro, pobre e homossexual, que viveu seus dias entre a Lapa carioca e o presídio da Ilha Grande, o pernambucano João Francisco dos Santos ou Madame Satã, como ficou imortalizado.

Ao final da sessão, alguns professores acharam o filme “forte”. Entendemos que as cenas de homossexualismo masculino são ousadas, porém, a escola possui um público, no horário da noite, dentro da classificação indicativa do filme, que é de 16 anos. Novamente, informamos que a coordenação pedagógica pode sugerir filmes nacionais e temáticas. Estamos abertos e temos um grande acervo.

A demanda sócio educativa, por conta das férias escolares, voltará apenas no mês de fevereiro, com a volta às aulas. Vamos caprichar na seleção!

Fotografia: Pedro Rampazzo/Sambada. Exibição em praça pública do filme Noel, Poeta da Vila.

 

Foto Doc Tebei (2)

Documentário Tebei será exibido no interior de São Paulo

 O documentário Tebei estende um pouco mais sua trajetória filmográfica, confirmando seleção para 1ª Mostra de Vídeo Popular de São Carlos. O evento acontece entre os dias 23 e 30/11, no Campus da Universidade Federal de São Carlos-SP, e será realizado pela Coordenadoria de Cultura da Pró-Retoria de Extensão. Único representante pernambucano,Tebei encerra as exibições do Programa 1 da Mostra. Ao todo, foram escolhidos 27 filmes do Brasil e exterior. Um júri popular irá selecionar o melhor vídeo popular, concedendo-lhe um certificado especial. O acesso é gratuito.
Realizado pela Sambada Comunicação e Cultura e gravado nas cidades de Tacaratu e Recife, Tebei conta um pouco da história do grupo Coco de Tebei, seus integrantes e suas tradições culturais, retratando o dia-a-dia da comunidade Olho D’Água do Bruno, formada por agricultores e tecelões, que mantém a tradição de dançar coco para aplainar o chão de barro de uma casa em construção, há mais de 50 anos. Este tipo de coco só é cantado e dançado, em poucas comunidades rurais do Nordeste.

1ª Mostra de Vídeo Popular de São Carlos

(Fotografia: Pedro Rampazzo/Sambada. Coco de Tebei no Sítio da Trindade, Recife/PE).

Foto Doc Tebei (4)

Tebei na 1ª Mostra de Vídeo Popular de São Carlos

O documentário Tebei estende um pouco mais sua trajetória filmográfica, confirmando seleção para 1ª Mostra de Vídeo Popular de São Carlos. O evento acontece entre os dias 23 e 30/11, no Campus da Universidade Federal de São Carlos-SP, e será realizado pela Coordenadoria de Cultura da Pró-Retoria de Extensão. Único representante pernambucano,Tebei encerra as exibições do Programa 1 da Mostra. Ao todo, foram escolhidos 27 filmes do Brasil e exterior. Um júri popular irá selecionar o melhor vídeo popular, concedendo-lhe um certificado especial. O acesso é gratuito.

Realizado pela Sambada Comunicação e Cultura e gravado nas cidades de Tacaratu e Recife, Tebei conta um pouco da história do grupo Coco de Tebei, seus integrantes e suas tradições culturais, retratando o dia-a-dia da comunidade Olho D’Água do Bruno, formada por agricultores e tecelões, que mantém a tradição de dançar coco para aplainar o chão de barro de uma casa em construção, há mais de 50 anos. Este tipo de coco só é cantado e dançado, em poucas comunidades rurais do Nordeste.

1ª Mostra de Vídeo Popular de São Carlos

Fotografia: Pedro Rampazzo/Sambada.

logomarca_goiamum 2010(2)

Tebei será exibido em Natal/RN

 O documentário Tebei (PE, 2008), realizado pela Sambada Comunicação e Cultura, foi selecionado para o 1º Curta-Goiamum – Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais, que acontece em Natal/RN, no período de dois a quatro de dezembro deste ano. Segundo a produção, houve 154 inscrições de várias partes do país. Pernambuco será representado na Mostra pelo Tebei e pela ficção Azul (PE, 2008), de Eric Laurence.

Desde 2008, o Tebeijá recebeu dois prêmios e foi exibido em diversos festivais e cineclubes de várias cidades do Brasil como o 13º Cine PE Festival Audiovisual do Recife (PE); 2º Festival de Cinema de Triunfo (PE); 19º FestNatal Festival de Cinema de Natal (RN); 14ª Mostra Internacional do Filme Etnográfico (RJ); 5º Festival Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões (PI), entre outros.